sexta-feira, 18 de maio de 2012

‎"Não sei o que está acontecendo comigo, diz a paciente para o psiquiatra.
Ela sabe.
Não sei se gosto mesmo da minha namorada, diz um amigo para outro.
Ele sabe.
Não sei se quero continuar com a vida que tenho, pensamos em silêncio.
Sabemos, sim.
Sabemos tudo o que sentimos porque algo dentro de nós grita. Tentamos abafar esse grito com conversas tolas, elucubrações, esoterismo, leituras dinâmicas, namoros virtuais, mas não importa o método que iremos utilizar para procurar uma verdade que se encaixe em nossos planos: será infrutífero. A verdade já está dentro, a verdade se impõe, fala mais alto que nós, ela grita.
Sabemos se amamos ou não alguém, mesmo que esteja escrito que é um amor que não serve, que nos rejeita, um amor que não vai resultar em nada. Costumamos desviar esse amor para outro amor, um amor aceitável, fácil, sereno. Podemos dar todas as provas ao mundo de que não amamos uma pessoa e amamos outra, mas sabemos, lá dentro, quem é que está no controle.
A verdade grita. Provoca febre, salta aos olhos, desenvolve úlceras. Nosso corpo é a casa da verdade, lá de dentro vêm todas as informações que passarão por uma triagem particular: algumas verdades a gente deixa sair, outras a gente aprisiona e finge esquecer. Mas há uma verdade única : ninguém tem dúvida sobre si mesmo.
Podemos passar anos nos dedicando a um emprego sabendo que ele não nos trará recompensa emocional. Podemos conviver com uma pessoa mesmo sabendo que ela não merece confiança. Fazemos essas escolhas por serem as mais sensatas ou práticas, mas nem sempre elas estão de acordo com os gritos de dentro, aquelas vozes que dizem: vá por este caminho, se preferir, mas você nasceu para o caminho oposto. Até mesmo a felicidade, tão propagada, pode ser uma opção contrária ao que intimamente desejamos. Você cumpre o ritual todinho, faz tudo como o esperado, e é feliz, puxa, como é feliz.
E o grito lá dentro: mas você não queria ser feliz, queria viver!
Eu não sei se teria coragem de jogar tudo para o alto.
Sabe.
Eu não sei por que sou assim.
Sabe." 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Sorteio - Blog Hoje vai ser uma festa!


O blog hoje vai ser uma festa esta fazendo um super sorteio!
Um kit cupcake! nesse kit tem:

- 1 forma de metal para cupcakes;
- 1 pacote de forminhas de papel para cupcake;
- 1 mini livro com receitas e dicas para fazer cupcakes.

Para participar é mt mt facil! e so entrar nesse link que tem tudo super explicadinho ai :D

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012


Um relacionamento é feito de trocas, não digo trocas materiais, ou trocas na mesma proporção. Mas quando nos dispomos a estar com alguém, nos comprometemos a saber guardar bem aquela pessoa, aquele sentimento. Não existe relacionamento quando o sentimento é ‘unilateral’, só uma pessoa ama, só uma pessoa sente falta, só uma pessoa quer perto, e o outro, tão perdido no que sente, não sabe ao menos demonstrar que se sente feliz com todo o carinho que lhe é dispensado. Os amantes também cansam, também se ferem, também ficam doentes e também precisam de um pouco de carinho às vezes. Passarinho em gaiola pode ser feliz e pode cantar, desde que quem o mantém cativo esteja ali, que seja um pouco, para alimenta-lo e não deixar dúvidas que toda aquela prisão é por medo de perder o canto que o faz feliz. Caso contrário, cantos se silenciam, desejos se escondem e o amor que há muito permanece sem cultivo, se esgota.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012


Quero te escolher todos os dias.
Quero te percorrer todos os dias.
Gosto do seu olhar. Ele me lê. Lê as minhas ansiedades, os meus desejos, os meus medos, o meu amor, as minhas curvas.
Gosto do seu cheiro. Cheiro que tem gosto bom.
Gosto do seu jeito de andar. Andar seguro de quem sabe que o que vale é andar pra frente. Junto comigo e de mãos dadas.
E eu gosto da suas mãos. Mão firmes, delicadas e deliciosamente mãos bobas.
Gosto de você cumprir o que prometeu.
Gosto quando você me acolhe e quando você me pega forte.
Gosto quando você vibra com minha alegria.
Gosto quando você sintetiza.
Gosto do seu jeito guerreiro, que luta e que cuida. Porque meu bem, eu quero ser cuidada sim.
Gosto da sua falta de jeito, da sua falta de entendimento.
Gosto de conversar. Posso conversar o que for que você entende , reconhece, participa, me ensina.
Gosto da sua curiosidade, da sua gentileza, das suas contradições.
Gosto quando você volta feliz.
Gosto de querer ser melhor pra você.
Gosto.
Assim.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012


Desisti. 
Me nego a brigar. Pra quê? Passei uma vida sendo a irritadinha, a que queria tudo do seu jeito. Amor só é amor se for assim. Sotaque tem que ser assim. Comer tem que ser assim. Dirigir, trabalhar, dormir, respirar. E eu seguia brigando. Querendo o mundo do meu jeito. Na minha hora. Querendo consertar a fome do mundo e o restaurante brega. Algo entre uma santa e uma pilantra. Desde que no controle e irritada. Agora, não quero mais nada. 
Não quero arrumar, tentar, me vingar, não quero segunda chance, não quero ganhar, não quero vencer, não quero a última palavra, a explicação, a mudança, a luta, o jeito. Quero ver a vida em volta, sem sentir nada. Quero ter uma emoção paralítica. Só rir de leve e superficialmente. Do que tiver muita graça. E talvez escorrer uma lágrima para o que for insuportável. Mas tudo meio que por osmose. Nada pessoal. Algo tipo fantoche, alguém que enfie a mão por dentro de mim, vez ou outra, e me cause um movimento qualquer. Quero não sentir mais porra nenhuma. Só não sou uma suicida em potencial porque ser fria me causa alguma curiosidade. O mundo me viu descabelar, agora vai me ver dormir e cagar pra ele.
Eu quis tanto ser feliz. Tanto. Chegava a ser arrogante. O trator da felicidade. Atropelei o mundo e eu mesma. Tanta coisa dentro do peito. Tanta vida. Tanta coisa que só afugenta a tudo e a todos. Ninguém dá conta do saco sem fundo de quem devora o mundo e ainda assim não basta. Ninguém dá conta e… quer saber? Nem eu. Chega.
Não quero mais ser feliz. Nem triste. Nem nada. Eu quis muito mandar na vida. Agora, nem chego a ser mandada por ela. Eu simplesmente me recuso a repassar a história, seja ela qual for, pela milésima vez. Deixa a vida ser como é. Desde que eu continue dormindo.

Sorteio Meninas Tricoteiras e Look Luxo!

Olá seguidores!
Os Blogs Meninas Tricoteiras e Look Luxo,  estão fazendo um super sorteiro de um kit de maquiagem hiper completo com paleta de sombra, base, baton, pó compacto, rimel e tudo mais! Uma maraviilha!
Pra participar é super fácil, é so clicar no link abaixo e seguir as instruções

http://www.meninastricoteiras.com.br/2012/01/sorteio-look-luxo-e-meninas-tricoteiras.html

Eu, claaaaaro, estou super dentro! E espero começar o ano de 2012 muito bem ganhando esse kit lindo *-* viu Jacque e Anacéia? kkk (São as meninas responsáveis pelos blogs do sorteio)

Boa sorte pra nós! ;D